Planejamento de Campanhas de OOH

Planejamento de campanhas de OOH: Faça do jeito certo

Montar bons planejamentos é uma tarefa essencial para quem demanda qualquer tipo de projeto ou campanha publicitária.

É a partir do plano que um bom briefing é montado, ajudando a orientar profissionais de marketing, agências e demais fornecedores da melhor maneira.

Tratando-se de anúncios em Out-of-Home, a atenção a esses detalhes é ainda mais essencial. Campanhas de mídia exterior carregam peculiaridades como a definição de prazos, a seleção de fornecedores e o público-alvo.

Por isso, vamos abordar rapidamente algumas das etapas de um planejamento e como você deve defini-las.

 

Público-alvo

Saber quem você quer impactar com um conjunto de anúncios é um dos principais pilares de uma campanha publicitária.

Nessas horas, ser detalhista é fundamental, visto que as pessoas não compram algo só porque pertencem a classe AB, são pais de adolescentes ou têm mais de 40 anos, por exemplo.

As informações demográficas servem como uma primeira referência. Após isso, deve-se entender os problemas, desejos, necessidades e objetivos do seu público-alvo. Afinal, são esses os reais motivadores para uma compra.

Para levantar esses dados, use sua plataforma de CRM ou em sua base de leads, entre em contato com os seus melhores clientes ou faça pesquisas de mercado.

Concentre-se em coletar informações sobre hábitos, interesses, comportamentos e opiniões. Mais especificamente, procure saber os conteúdos que mais consomem, os lugares que fazem parte de seus trajetos diários, etc.

Você certamente terá bons insights para descobrir os pontos com maior potencial de circulação desse público e até ter uma boa ideia do que publicar na peça do anúncio.

 

Seleção de fornecedores

Assim como nas ações de marketing em outros canais, fazer out-of-home é um trabalho que pode passar na mão de muitos fornecedores.

 

Planejamento de Campanhas de Out-of-Home | Seleção de Fornecedores

 

São diversos veículos, agências de publicidade, plataformas e agências de planejamento de OOH, gráficas, institutos de pesquisa, softwares de coletas de dados…

O problema é que grande parte da relação com esses fornecedores ainda é bem manual na mídia exterior.

E quando falamos em campanhas que envolvem mais de uma cidade, as chances de aumentar o número de veículos, por exemplo, são enormes.

A empresa que tem a concessão do mobiliário urbano em uma cidade não necessariamente administra os mesmos formatos em outro município.

Imagine que, para uma mesma campanha, anunciantes tenham que ligar, se reunir ou mandar e-mails para dezenas de fornecedores. Esse trabalho não é escalável.

A solução para isso é buscar parceiros que agreguem mais tecnologia e serviços que centralizem tudo em um ou, no máximo, dois pontos de contato.

As startups de tecnologia para planejamento de OOH, por exemplo, podem reunir dados de diversas fontes em um único sistema. Além disso, elas podem cuidar da compra de mídia (o que concentraria o contato com veículos e gráficas), da execução dos anúncios e do checking fotográfico.

Isso resumiria a relação dos anunciantes com sua agência de publicidade e com as empresas de tecnologia + serviços para OOH. Bem mais prático.

 

Definição de prazos

O que define o prazo para os anúncios irem ao ar e a sua duração são os objetivos da sua campanha. De todo modo, não deixe de planejar isso com antecedência.

O ideal é que você comece a pensar na execução da sua campanha com uma margem de 2 a 3 meses. Assim, dará tempo de fazer orçamentos, fechar com fornecedores, desenvolver com calma a arte e, o mais importante, garantir os pontos que lhe interessam de fato.

Aliás, não deixe que a pressa atrapalhe os resultados da sua campanha. Tem muito veículo por aí que, por não ter os pontos que interessam aos anunciantes, acabam oferecendo espaços que sobram por não terem tanta visibilidade ou bom desempenho.

Se outro anunciante fechar antes que você, não existirá outra opção que não seja escolher outro ponto ou formato — ou esperar a próxima data disponível.

 

Conclusão

Invista o tempo que for necessário nessa etapa das campanhas, até para evitar erros em cadeia no próprio planejamento, retrabalhos e uma execução que fuja da curva de previsão — o que gera desperdício de tempo, esforço e dinheiro.

Para organizar ainda mais sua vida, preparamos um super checklist de planejamento de campanhas de Out-of-Home.

Dividimos em 9 passos (6 a mais em relação aos que abordamos neste post) para você deixar tudo antecipado para fazer a campanha perfeita. Para acessar, baixe o Whitepaper: Como planejar sua campanha de OOH?