Ilustração de um espaço de mídia em ponto de ônibus

O que você precisa saber sobre mídia no ponto de ônibus?

A publicidade em ponto de ônibus é toda mídia exposta em painéis que acompanham acompanham a parada. Em alguns casos, os anúncios podem se estender para os bancos e demais estruturas do abrigo. É um formato que permite a inserção de peças estáticas, digitais e interativas.

O transporte coletivo, em especial os ônibus, ainda desponta como uma das principais soluções para reduzir os danos dos trânsitos caóticos das grandes cidades. Ainda assim, ele ainda conta com problemas como a falta de conforto dos veículos e o alto tempo de espera entre um “busão” e outro.

Só que, aparentemente, um problema de mobilidade urbana também pode se apresentar como uma oportunidade de mercado para anunciantes.

Aproveitar o tempo de espera usado pelo seu cliente para se locomover ao longo do dia pode ser uma das melhores maneiras de impactá-lo com anúncios em abrigos de ônibus. E o mercado responde a essa oportunidade.

A mídia exterior, que engloba a publicidade em ponto de ônibus, cresceu pouco mais de 10% em 2018, segundo o painel CENP-Meios. Ao movimentar bilhões de reais, seu impacto tem atraído cada vez mais anunciantes para explorar o out-of-home.

 

O uso do tempo ocioso do seu público

No Brasil, o público que depende de ônibus para se locomover sabe que, muitas vezes, é o grande tempo de espera até embarcar no veículo. Dessa forma, temos uma parcela significativa de consumidores que, em um momento de ócio, busca algo para cravar sua atenção.

Assim, o profissional de mídia e o anunciante conseguem, ao realizar uma campanha no ponto de ônibus, interagir com seu público em um momento onde ele está extremamente suscetível ao impacto do anúncio.

Esse é um comportamento parecido da mídia no cinema, especialmente dentro das salas. O público, ao esperar pelos filmes, também são mais receptivos e dedicam mais atenção para os anúncios que aparecem entre os trailers.

Mas voltando a falar dos pontos de ônibus, esse formato de mídia em mobiliário urbano tem apresentado um dos crescimentos mais impetuosos dentro dos veículos de out-of-home, mesmo após um longo período inativo em mercados como o paulistano.

Em 2012, o governo de São Paulo abriu uma licitação para eleger a nova empresa que se responsabilizaria pela administração desses espaços em pontos de ônibus.

Com isso, os abrigos com possibilidade de veiculação de mídia retornaram para o cenário da capital. Logo, um mar de oportunidades de anúncios renasceu para os anunciantes.

Não é por menos, atuando 24 horas por dia nos 7 dias da semana, a propaganda em ponto de ônibus causa um impacto direto em públicos variados.

E para complementar, ainda é possível trabalhar na segmentação do público. Para isso, basta recorrermos às plataformas de planejamento, que auxiliam os anunciantes a ter uma visão mais clara sobre onde encontrar seu público-alvo.

 

A interação com o digital para gerar mais métricas

Muitas pessoas com opiniões pouco atualizadas questionam as dificuldades de selecionar o público-alvo e metrificar os resultados das campanhas em mídia off. Por outro lado, os veículos que detêm a exploração de publicidade em mobiliário urbano e as plataformas de planejamento e mensuração de OOH criaram diversos mecanismos de metrificação dos impactos das campanhas.

Assim como em todo o cenário da mídia out-of-home, o futuro é a interação com o digital. Esse trabalho em conjunto pode ser maximizado quando colocamos elementos do mundo on-line nas campanhas, como a inserção de hashtags, QR Codes e links que influenciam o cliente a interagir com a marca na internet.

Isso auxilia na metrificação dos resultados da campanha, forçando o diálogo mais direto entre marcas e clientes e dando margem para diversos tipos de campanhas interativas.

 

Os cases de propaganda em pontos de ônibus

Se engana quem pensa que campanhas desse tipo são novas no mercado. Muito pelo contrário, já temos diversos cases de sucesso ao redor do mundo. Dentre eles, estão:

 

Publicidade em abrigo de ônibus que mostra o peso das pessoas que sentam nos bancos

Uma rede de academias que instalou uma balança interativa para marcar os pesos dos usuários que sentassem no ponto de ônibus.

 

Publicidade em abrigo de ônibus com uma rampa instada pela marca QuickSilver

Uma rampa instada nos pontos de ônibus pela marca QuikSilver

 

Publicidade em abrigo de ônibus com a oferta de café grátis oferecido pelo McDonald’s

Café grátis oferecido pela marca MC Donald’s para seus clientes que esperavam no ponto de ônibus

 

No Brasil, mais recentemente, os “Strangeramas” (pontos de ônibus adaptados para fliperamas inspirados na série Stranger Things, da Netflix) chamou a atenção do público que passava pela Avenida Paulista.

 

 

O tipo de mensagem ideal para sua campanha 

Na hora de escrever o texto para seu anúncio, deve-se levar em conta que, mesmo que o público tenha um tempo considerável para assimilar sua mensagem, textos sem expressão e/ou muito longos podem simplesmente não atrair a atenção das pessoas.

Não se esqueça que o anúncio em abrigo de ônibus disputará a atenção do público com o celular, com as chegadas dos ônibus e, dependendo dos pontos, com a alta aglomeração de pessoas nas paradas.

Então, o trabalho de cativar a atenção do cliente no momento em que olha para o anúncio é primordial em uma campanha bem-sucedida.

A criatividade, a instigação e a capacidade de levar interação com o público são, sem dúvida, fatores que separam o sucesso do fracasso. 

Com um grande leque de opções de anúncio, ficar na simples fórmula de logo e imagem pode resultar no fracasso da sua campanha. Mensagens inteligentes e cativantes ou recursos interativos podem criar um vínculo entre marca e cliente, não apenas chamando sua atenção, mas também reforçando a marca.

 

O custo para fazer publicidade em pontos de ônibus

O preço para veicular seus anúncios em abrigos de ônibus dependerá, principalmente, do veículo, do formato e da cidade. Os grandes centros terão tabelas mais caras do que em outras regiões; as faces estáticas tendem a ser mais baratas que as digitais; e determinados veículos podem estipular roteiros predeterminados de pontos e um tempo mínimo de veiculação (que pode variar de 1 semana a 1 mês).

Os valores podem variar da casa dos R$ 700 para uma face estática fora das grandes regiões metropolitanas até algo em torno de R$ 3 mil por face digital nas maiores cidades.

Mas é sempre bom lembrar que esses valores podem ser negociados de acordo com a campanha e com o fornecedor que te ajudará a executar as suas campanhas.

Além disso, o preço pode ser menor ou maior de acordo com a personalização do roteiro e projetos especiais. Ou seja, quanto menos customizado por parte do cliente anunciante for, mais barato será.

 

As desvantagens de anunciar em abrigos de ônibus 

O primeiro problema é que essa mídia pode não atender regiões estratégicas para o seu negócio. Como não há publicidade em pontos de ônibus em todas as cidades brasileiras, você deve buscar saber se as praças que te interessam possuem esse formato.

Além disso, há a possibilidades de, na hora de negociar com os veículos, ter quantidade mínima de pontos a ser contratada ou de ficar amarrado a roteiros predeterminados.

Por fim, um outro ponto que pode preocupar é a alta variedade de formatos e dimensões dos anúncios. Em campanhas que abrangem dezenas de cidades, você pode ter que negociar com diversos veículos e produzir artes em diferentes dimensões, já que nem toda publicidade em abrigos de ônibus é explorada da mesma maneira.

 

A escolha de quais pontos de ônibus anunciar

O fator mais importante nesse processo de seleção de pontos de mídia é a presença do seu público-alvo nos locais de interesse. 

A NOALVO é uma ferramenta que utiliza informações de diversas fontes de dados para te auxiliar nessa decisão. 

Conseguimos mensurar o tráfego em uma região e utilizar melhor os critérios demográficos, comportamentais e uma série de outros fatores para determinar as melhores localizações em um plano de mídia exibido em um mapa de calor.

Além disso, por ter dezenas de milhares de pontos de mídia digitalizados na plataforma, flexibilizar as negociações com os veículos e centralizar o contato com fornecedores de todo o Brasil, o anunciante ou agência pode se concentrar somente na parte mais estratégica e criativa da campanha.

Para saber mais, acesse a nossa página especial de ponto de ônibus e fale conosco no chat para darmos um pontapé inicial em sua próxima campanha.

Se quiser saber mais sobre como começar a anunciar nessa mídia, baixe o e-book: Como planejar sua campanha de OOH. Lá, preparamos um checklist completo com as principais etapas para dominar suas campanhas em mídia exterior.