Anúncio em outdoor do Ifood, em Erechim, no Rio Grande do Sul

Case Ifood: OOH para expansão territorial

Impulsionado pelas percepções de comodidade, praticidade e oferta de bons descontos, o mercado de aplicativos de delivery cresce de forma acelerada no Brasil.

Somente em 2018, os pedidos de restaurantes e lanchonetes feitos por aplicativos movimentaram cerca de R$ 11 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL).

Liderando esse movimento, está o iFood. O aplicativo é o mais conhecido entre os usuários brasileiros de apps de delivery e segue em franca expansão territorial para manter o seu domínio.

Para conquistar novos espaços, o out-of-home tem um papel preponderante.

 

Os números do iFood

O que mais chama a atenção desse app brasileiro é o seu ritmo frenético de crescimento. 

O iFood, em julho de 2019, atingiu a marca de 20 milhões de pedidos por mês, 100 mil restaurantes cadastrados e presença em 662 cidades.

Em outubro de 2018, somente 9 meses antes, o aplicativo obtivera 10,8 milhões de pedidos/mês, 50 mil restaurantes cadastrados e presença em 483 cidades.

Tem números que praticamente dobraram em menos de 1 ano!

Só que se considerarmos que o app está presente em “apenas” 12% dos 5.570 municípios brasileiros — e em um cenário onde o uso do celular para centralizar o uso de diversos serviços não para de aumentar — dá pra notar que tem muitos lugares por aí para fincar a bandeira do iFood.

E eles estão de olho nisso!

 

As viagens pelo interior do Brasil

Desde que chegou a NOALVO, em julho de 2019, o iFood seguiu com os anúncios de sua chegada em cidades fora das capitais e regiões metropolitanas.

A campanha, feita predominantemente em outdoors e emissoras de rádio, levou a entrada do aplicativo de delivery para cerca de 20 cidades interioranas até outubro, como Erechim/RS, Itabuna/BA, Rondonópolis/MT, São Roque/SP e Santarém/PA.

 

Anúncio do Ifood em outdoor em São Roque/SP

Anúncio do Ifood em outdoor em São Roque/SP

 

O público-alvo da campanha era bem amplo: homens e mulheres de 18 a 65 anos, desde que fossem moradores ou estivessem passando pelas cidades escolhidas para os anúncios do iFood.

Ainda assim, nossos planos de mídia indicaram a movimentação desse público-alvo ao redor dos pontos de mídia usados durante a campanha, como neste exemplo de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, para a veiculação na primeira quinzena de setembro:

 

Mapa de calor do plano de mídia para a campanha do Ifood em Jaraguá do Sul

Mapa de calor do plano de mídia para a campanha do Ifood em Jaraguá do Sul

 

As principais métricas de out-of-home deste plano de mídia foram:

  • Cobertura: 62 mil pessoas únicas
  • Frequência: 2,162
  • Impactos: 134.034

Considerando uma população estimada de quase 175 mil habitantes, essa campanha com 3 outdoors cobriria ao menos 30% dos habitantes da cidade catarinense.

 

Alguns resultados da campanha

Somente no mês de agosto, a campanha em outdoors foi veiculada em sete cidades: Rondonópolis, São Roque, Jaraguá do Sul, Itabuna, Ilhéus/BA, Barreiras/BA e Camaçari/BA.

Ao todo, a cobertura total dos anúncios atingiu 386 mil pessoas, com 639 mil impactos e uma média de 1,7 visualizações por pessoas únicas atingidas por esses pontos de mídia.

O menor custo por mil impactos foi registrado em Jaraguá do Sul, com R$ 18,41. 

Já o menor custo por mil pessoas únicas foi em Itabuna, com R$ 31,31.

 

O uso da comunicação local para apps de delivery

O mercado de restaurantes e lanchonetes ainda é composto por muitos estabelecimentos de bairro, ou seja, com o acesso muito concentrado a uma clientela regional. 

Além disso, em cidades mais afastadas dos grandes centros, a cultura das entregas ainda é incipiente ou restrita aos pedidos via ligação telefônica.

Essa combinação de fatores faz com que a comunicação local ganhe uma importância ainda maior para a penetração de aplicativos de delivery. 

Fazer campanhas de lançamento com um toque personalizado (e antes da concorrência), com no caso do iFood, é uma boa maneira de conquistar esses territórios rapidamente e, aos poucos, criar esse hábito de fazer pedidos via aplicativo.

É por isso que meios com o bom e velho rádio e os outdoors cumprem esse papel de aproximar uma novidade do público local.

 

Campanha do Ifood em outdoor front light em Capivari/SP

Campanha do Ifood em outdoor front light em Capivari/SP

 

Para saber mais sobre como a NOALVO e o OOH podem contribuir para o mercado de apps, visite nossa página especial de outdoors e entre em contato conosco.